Quanto vale uma vida?

Quanto vale uma vida? Você tem ideia? Em nosso contexto não vale muita coisa, pessoas tiram a vida de pessoas por coisas banais, pessoas tiram a vida de pessoas por qualquer soma de dinheiro. Pessoas tiram a vida de pessoas por objetos que se destroem com o tempo, pessoas tiram a vida de pessoas que ainda estão em formação! Vidas que não pediram para serem geradas, mas que são concebidas como fruto do descontrole moral de pessoas que não tem respeito por pessoas. Saímos de nossas casas, não sabemos que retornaremos para elas ao final da jornada de trabalho.

Nossos filhos, criados com amor, criados com dedicação despertam ciúmes e inveja e outras pessoas desprovidas de valores humanos, e estas pessoas simplesmente arrebatam nossa prole do seio de nossos lares, deixando ali um vazio que jamais poderá ser preenchido. E muitos destes que fazem estas barbaridades continuam suas vidas como se nada tivesse acontecido, isto porque pessoas que são elevadas ao poder para cuidar de quem deles depende, simplesmente fazem vista grossa sobre a dor social que atinge a nossa sociedade já massificada e sofrida.

Um famoso comediante que já deixou esta vida, criou um personagem que gerou um bordão em quem o tinha como herói: Quem poderá nos socorrer?” Diante de tanta dor e lágrimas nos lembramos deste bordão e nos damos conta de que aquilo é apenas ficção, não temos a quem recorrer, nossas autoridades estão ocupadas demais para se ocupar com nossas mazelas.

Quem tem o desejo de fazer alguma coisa é tolhido pelo sistema que mais parece viver da desgraça alheia, nos dá a entender que toda a desgraça que nos rodeia funciona para eles como combustível para suas plataformas de poder. Outros que fazem alguma coisa são desdenhados por pessoas que são agraciadas mas não sabem dar graças, não tem em seu vocabulário a palavra “obrigado”. Ual, que situação esta que vivemos hem? Mesmo os que tem esperança, acabam por vê-la com olhos embaçados pela fumaça da não graça que domina nossa sociedade.

Um dia o salmista em meio a dor e desespero levantou seus olhos para os montes e disse, de onde virá o meu socorro? Ele mesmo responde a questão que formula, o socorro de quem conhece Deus, vem do Senhor que fez os céus e a terra! Toda esta violência e insensibilidade que vivemos hoje, já estava profetizada por volta do ano 80 de nossa era, quando Paulo escreve a Timóteo seu discípulo diz exatamente como seria a conduta dos homens nos últimos dias, em nossos dias. No cap. 3 de sua segunda carta ele deixa claro como seria a conduta de homens comuns, de pais para com filhos de filhos para com seus pais. Novidade?

Não para os que conhecem as Escrituras, para eles toda esta situação caótica que tende a piorar a cada dia é cumprimento das Escrituras, e neste caso quem conhece bem as Escrituras Sagradas dá graças a Deus em meio a este caos, não pelas desgraças que acontecem, mas pelo cumprimento literal da Palavra dita por Deus por meio de Seu Espirito Santo! Jesus disse que passaria o céu e a terra mas suas palavras não passariam!

Meu querido, que ouve ou que lê estas palavras, não tenha medo, não se desespere diante de tais situações, apegue-se a Deus e a Sua Palavra busque nela a graça e o conforto para viver dias tão maus. Se você se aproximar de Deus e de sua Palavra receberá conforto para a tua alma, alento para o teu coração, coragem para enfrentar toda e qualquer situação, pois em teu coração será bem viva a esperança de que já está no fim e logo o teu Senhor virá, e tudo isto ficará para traz. Esta é a minha esperança, e desejo que seja a tua neste dia! “mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. “Jo. 14:26,27.

 

Pr . José Claudio Fonseca

igreja@icecantodomar.com.br

Quer outro idioma?