Vingança é um prato que se come frio, já ouviu isto?

Vingança é um prato que se come frio, já ouviu isto? Acredita nisto? Pratica isto? Eu vou neste dia lhe dizer o que é vingança, vingança é uma paixão de acerto de contas, um desejo maligno de devolver mal por mal, dor por dor, sofrimento por sofrimento, e quando o ser humano faz isto, o faz sempre com resquícios de crueldade, sempre ampliando mais na hora de retribuir.

Vingança é um jogo que nunca chega ao empate. Não é bom e não é correto que este sentimento possa estar presente no coração do homem, principalmente em corações que dizem ser tementes à Deus, mas infelizmente ele está! Deus quando enviou Jesus ao mundo, o fez para libertar o homem da escravidão imposta pelo diabo, que entre muitas ações na vida do homem, coloca, amplia e incentiva o sentimento de vingança. Podemos sem sombra de dúvida dizer que ele , o diabo é o mentor do sentimento de vingança.

A pessoa tomada por este sentimento maligno fica cega, nunca consegue saciar o desejo de retribuir o mal que lhe foi feito, quanto mais retribui, mais quer retribuir, a ferida nunca cicatriza, nunca fecha, sempre mantem-se aberta incomodando o seu possuidor. Amados irmãos e amigos, devemos examinar o nosso coração e se encontrarmos nele este sentimento amargo por algo que nos foi feito, uma atitude sábia é orar, derramar este sentimento ruim aos pés do Senhor, mas não podemos fazer isto com raiva ou ódio, não podemos fazer isto exigindo que Deus faça com o ofensor aquilo que gostaríamos de fazer.

Não! Façamos com temor e com amor, a pessoa que nos ofendeu fez isto porque lhe falta Deus no coração, não foi ela, mas aquele que age por meio dela, esta pessoa é tão carente da misericórdia de Deus quanto nós o somos. Fujamos de orações carregadas de ordens ao Senhor, deixe que Ele trate, pois Ele é capaz e é detentor de todo poder tanto no céu como na terra! Se acreditamos nisto como sempre dizemos ou lemos nas Escrituras, devemos fazer valer este princípio diante dos homens.

Outra coisa importante, não queira ser o instrumento de Deus para vingar alguma coisa, Ele tem seus próprios métodos e instrumentos para isto! Digo isto, porque alguns munidos de sentimento próprio de vingança, fazem coisas terríveis e depois dizem que é Deus tratando com a pessoa, isto é incoerente, agirmos e dizermos que Deus é quem agiu por meio de nós! Descanse em Deus e em Suas promessas, continue a tua vida, a tua caminhada, Deus sabe o que fazer! Além do que é isto que o teu ofensor quer que você faça, você já olhou a situação por este prisma? Já imaginou que a pessoa que te provoca, que te faz mal, quer exatamente que você faça com ela a mesma coisa para com isto difamar o teu bom nome, e pior ainda, o bom Nome do Senhor em tua vida? Se você quer dar uma resposta a quem te faz mal, de a resposta que a pessoa não espera, faça como Jesus ensinou, de a resposta do amor, afinal você já está morto para o mundo e vivo para Deus, e morto não sente ofensa.

Se começamos a sentir muito as ofensas, que nos fazem, é melhor examinar como está o nosso grau de relacionamento com Deus, é um indicativo de ainda estamos muito vivos para o mundo e pouco ligados na presença de Deus! Porque Jesus disse que tudo de mal que os homens nos fazem, não é a nós que fazem, mas a Aquele nos resgatou das trevas para sua maravilhosa luz, e se é a Ele, Ele é que tem de tomar as providências como quer, como deseja como determina! “A ninguém devolvei mal por mal. Procurai proceder corretamente diante de todas as pessoas.

Empreendei todos os esforços para viver em paz com todos. Amados, jamais procurai vingar-vos a vós mesmos, mas entregai a ira a Deus, pois está escrito: “Minha é a vingança! Eu retribuirei”, declarou o Senhor. Ao contrário: “Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porquanto agindo assim amontoarás brasas vivas sobre a cabeça dele. Jamais te entregues ao mal como vencido, mas vence o mal com o bem!” Rm.12:17-21(King James).

 

Pr. José Claudio Fonseca
igreja@icecantodomar.com.br

Deixe uma resposta

Quer outro idioma?