Água e óleo não se misturam

Água e óleo não se misturam, são compostos opostos, tem moléculas que não se combinam, portanto sempre quando misturadas, podem ser vistas separadas. A vida é um misto de sentimentos e situações que embora estejam juntas, algumas delas jamais se misturam, sempre estarão presentes lado a lado. Um bom exemplo é a tristeza e a alegria, elas podem estar presentes em um mesmo coração ao mesmo tempo, porém cada uma delas fazendo o seu papel, trazendo suas consequências.

Nos regozijamos por alguém que amamos ter entendido o que Jesus fez, e por graça ter sido alcançado pela misericórdia do Senhor, estar vivendo com Ele, temendo Ele, porém ficamos sem chão quando Ele em Sua Soberania resolve levar estas pessoas para junto de si! Meus queridos irmãos e amigos, é direito Dele, Ele as comprou com o seu precioso sangue, pagou por elas com a Sua vida na cruz. Sabemos disto, pregamos isto, ensinamos isto, até que esta situação aconteça conosco, com alguém que gostamos, que amamos, neste caso como muitos ,não entendemos, não concordamos, e em nossa incompreensão perguntamos à Ele, Por que?

As Escrituras dizem que foi para isto que Ele veio, resgatar, salvar, aproximar o homem de Seu Criador, embora alguns amem tanto esta terra, esta vida, é bom e sábio entender que Deus não enviou Seu filho Jesus para que perpetuasse a vida do homem nesta terra que se deteriorou por causa do pecado, Ele tem algo melhor, muito melhor preparado para quem é alcançado por Sua Palavra Paulo diz isto em 1ª Cor. 2:9,10, o mesmo Apóstolo Paulo afirma que estar com o Senhor é muito melhor em Fil 1:21-23, porque determina vitória, fim de carreira, aprovação, resultado satisfatório!

Felizes são os que terminam seus dias na terra desta forma, pois quando seus olhos se fecham neste mundo, se abrem no verdadeiro mundo, o que não termina, o eterno, o mundo que o apóstolo Paulo diz ser tão excelente que o homem comum em seu estado de carne não tem condições de entender o seu significado e nem esta está preparado para entender a sua grandeza.

Mesmo com todas estas informações não entendemos, não concordamos, não queremos que eles se partam, é normal, são pessoas que amamos, são em algumas situações nosso sangue, nossa metade, e ficamos incompletos quando Deus os leva para si. E munidos de egoísmo em alguns casos preferimos ter a pessoa como um vegetal sobre uma cama, do que vê-la partir e saber que ela descansa de suas lutas na presença do Senhor.

Quando Jesus estava para partir, disse aos seus que não os deixaria órfãos, Ele deixou o seu Espirito Santo, companheiro, amoroso, consolador, Ele faz o papel de alentar o nosso coração, confortar a nossa alma, ajudar a conviver com a tristeza da perda, nos mostrando a alegria do ganho, do ganho que nossos amados tiveram, a alegria de saber que a pessoa querida, repousa de suas lutas e batalhas nos Braços do que Vive e Reina para sempre, do Único, do Eterno, do Supremo Pastor. Este é o papel primordial do Espírito Santo, confortar os corações enlutados com a esperança de que um dia se eles forem fiéis e permanecerem firmes, reencontrarão seus entes queridos na presença do Senhor.

Queridos, ainda estamos aqui, ainda temos que caminhar, para nós a jornada não terminou, continua, e precisa ser alinhada com a Vontade do Senhor para que possamos a exemplo de nossos queridos que já partiram alcançar o prêmio da eterna esperança. Que Deus, o Senhor da vida possa confortar aqueles que hoje choram, nutrindo em seus corações esperança da vida que nunca termina. “Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos.” Sl. 116:15. Pr.

José Claudio Fonseca.
igreja@icecantodomar.com.br

 

Deixe uma resposta

Quer outro idioma?