O ciclo da não graça

Quando o homem vai interromper o ciclo da não graça? Esta é uma pergunta que pode ser aplicada a qualquer um de nós. Interromper este ciclo maldito que ao longo da história da humanidade vem destruído famílias, amizades, Países inteiros.

O ciclo da não graça começa sempre com alguém, alguém que não tem em seu coração a graça de Deus, ou alguém que pensa que tem, e, continua com outro alguém, outro alguém igualmente alheio a Deus e sua vontade!  Vejam Dayse, ela  nasceu em uma família pobre e sem condições financeiras, mas este não era o  problema, ela tinha um pai perverso e bêbado que espancava sem dó tanto sua mãe como o filhos todos os  dias. Um dia este homem perverso mandou a esposa embora de casa, as dez crianças ficaram com ele.

Mais tarde algumas das crianças se reuniram a mãe, a sorte quis que Dayse ficasse com o pai.  Ela cresceu com um nó na garganta, um tumor de ódio em seu coração, até que o pai sumiu, desapareceu. Dayse tocou a vida, casou-se, gerou seis filhos prometeu a si mesma que não seria igual ao pai, mas apenas prometeu, o ódio guardado por anos em seu coração explodia sempre, e sempre dizia aos filhos que eles eram a sua desgraça!

Tinha o costume de bater nos  filhos para garantir uma punição por algum suposto mal que teriam feito durante o dia, mesmo que não tivessem feito nada. Muitos anos depois seu pai arrependido, deixou a bebida e reapareceu, procurou os filhos, queria pedir perdão, os outros filhos o receberam, Dayse não, ela não queria nem ouvir falar no pai, ela se referia a ele como: “aquele homem”.

Dayse era dura como o aço, nunca pediu desculpas a ninguém, cinco de seus filhos cresceram, tomaram o rumo de suas vidas imersos no ódio repassado pela mãe, que o havia aprendido de seu pai. Margareth foi a única que rompeu com este ciclo maligno, encontrou-se com Jesus, deixou que o amor de Deus tomasse conta de seu coração, perdoou a mãe e passou a viver livre em Cristo Jesus, ela deu início ao ciclo abençoado da graça.

É assim, você tem visto o ódio dominando a sociedade, as famílias, a vingança reinando soberana nos corações, cada um procurando fazer um mal maior a aqueles que os ofenderam, e mesmo aos que nada fizeram, como no caso dos atentados terroristas, que  sem compaixão dizimam  cidades inteiras levando ao sofrimento e morte pessoas inocentes. Sabe o que és isto? É ciclo na não graça, a falta de perdão, a falta de proximidade com Deus, ele reina até que alguém o interrompa!

Interromper este ciclo está em cada um de nós, você pode fazer isto quando desejar, na hora que quiser, basta deixar o amor de Deus tomar conta de seu coração, ir em busca das pessoas que você mesmo fez com que afastassem-se de você, pedir perdão a elas, desistir da vingança render-se a paz, não a paz que o mundo prega, mas a paz que vem Deus, que não é ausência de guerra, mas tranquilidade e segurança  em meio à guerra. “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem; ”Hb. 12:14,15.

 

Pr. José Claudio Fonseca.

E-mail: igreja@icecantodomar.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »