O que deu errado?

Chega um momento em que parece que nossas forças se esvaíram, não conseguimos dar mais um passo caso seja necessário. Ler mais »

O ciclo da não graça

Quando o homem vai interromper o ciclo da não graça? Esta é uma pergunta que pode ser aplicada a qualquer Ler mais »

Arrependimento

Estamos nestes últimos domingos tratando algo de cunho pessoal, e que em muitos casos é o fato de não alcançarmos Ler mais »

Deus pode fazer tudo?

Deus pode fazer tudo? Jesus disse que sim, Ele disse não haver impossíveis para Deus! Deus quer fazer tudo? Bem Ler mais »

Bendito é o Nome do Senhor

Bendito é o Nome do Senhor que fez os céus e a terra, sempre amoroso, bondoso e pronto a nos Ler mais »

Olhe para Jesus em qualquer situação

João 6: 16-21 “Olhe para Jesus em qualquer situação” Você já se sentiu amedrontado? João 6:1-15 Vemos Jesus multiplicando os Ler mais »

A EXTENSÃO DO OLHAR DE DEUS, ATÉ ONDE DEUS VÊ?

Você já viveu a experiência de traçar um plano, cerca-lo de todas as probabilidades, estudar minuciosamente suas implicações, e na Ler mais »

EM QUE ESTA FOCADO NOSSOS VALORES?

“Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” 1ª Ts.5:18 Estamos terminando Ler mais »

Um princípio de vida para a vida

Jesus ao começar o seu ministério, começou também a ensinar seus primeiros discípulos como encontrar o caminho de Vida eterna. Ler mais »

 

Qual é o desejo de teu coração?

Qual é o desejo de teu coração? O que mais você deseja que aconteça e tua vida? É uma boa pergunta para refletirmos neste dia, o que temos colocado diante de Deus como sendo o desejo de nosso coração? Temos várias referências nas Escrituras que nos incentivam a clarear esta busca, pois inúmeros trechos apontam para o fato de que é só colocarmos diante de Deus e pronto, vai acontecer.

Mas de tudo o que temos colocado o que tem acontecido? Temos colocado muitas coisas e destas muito pouco tem se realizado, em alguns casos, quase nada. Temos passado os olhos sobre textos do tipo Sl. 37: 4b – “E ele satisfará os desejos de teu coração, Mt. 21:22- “ E tudo o que pedirdes em oração recebereis”, Jo.14:3- “ E tudo o que pedirdes em meu nome eu o farei”.

As promessas estão ali, por que elas não se cumprem em minha vida, em nossa vida? Será que você está vivendo esta situação? Já viveu? Será que em sua mente e coração reside um “q” de dúvida por não entender o por que as coisas não acontecem como diz ali? Bem, muitos vivem este dilema, não conseguem ver o que certas passagens das Escrituras dizem, se cumprir em suas vidas, e isto lhes causa tristeza, desânimo e até revolta!

Algumas soluções posso propor neste dia que talvez possam ajudar a encontrar as respostas: 1- ao ler um verso que contem uma promessa, procure ler tudo o que cerca o verso, o seu contexto imediato, tanto o anterior como o posterior. 2- leia todo o verso pausadamente prestando atenção em todos os detalhes nele contidos, você vai perceber que em cada promessa tem uma condição atrelada. Neste caso, não cumprindo a condição a promessa perde o sentido e não tem valor. 3- o desejo, qual o desejo que temos em nosso coração que queremos que seja satisfeito por Deus? Sobre o que repousa nosso desejo? O que realmente queremos ao receber a benção que estamos pedindo? São boas questões para levarmos em consideração quando orarmos ao Senhor. Nossos desejos realmente são necessidades? Estamos realmente precisando do que estamos pedindo? Nossos pedidos visam a glória de Deus ou a nossa própria glória?

Quer dizer, estamos pedindo para que o Senhor seja glorificado em nossas vidas ou para mostrarmos as pessoas ao nosso redor que somos atendidos quando oramos? Eu sempre digo que as Escrituras respondem todas as nossas questões, e desejos escusos no coração não é característica apenas desta geração, uma prova disto é que Tiago traz uma resposta as pessoas que como muitos de nós também ficavam chateadas porque oravam mas não obtinham da parte de Deus as respostas que desejavam. Antes de irmos ao que Tiago diz, é bom também lembrar que Deus responde segundo a Sua vontade, não segundo a nossa vontade, e esta vontade de Deus repousa sobre o fato de Ele analisar os desejos de nosso coração antes de nos oferecer a resposta para a nossa oração.

Trocando em miúdos, mesmo que cumpramos as condições atreladas a promessa, ainda assim Deus se reserva ao direito de atender ou não, será que foi por isto que o profeta Jeremias disse em Lm 3:29 que devemos por a rosto no pó, quem sabe há esperança?( king James version). Agora vamos ao que Tiago diz sobre as respostas não recebidas. Ele afirma no cap.4 a razão de nossas orações não serem atendidas, são só 17 versos que contam toda a nossa história de arrogância, ganância, prepotência, irreverência, fica claro que com estes elementos podemos orar até esgotar nossas forças que jamais obteremos a resposta de Deus.

No mesmo texto Ele diz que “Deus dá graça aos humildes, mas resiste aos soberbos”. Sendo assim, posso lhes garantir que Ele acaba de responder uma de nossas orações, por que não temos alcançado as respostas de nossas orações, porque elas têm sido feitas de modo errado, pelas motivações erradas, ao deus errado. Pois quem legisla sobre arrogância, irreverência, prepotência, ganância e orgulho é outro deus, não o Deus Todo Poderoso que criou os céus e a terra! “Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis; pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres.” Tg. 4:2, 3.

Pr. José Claudio Fonseca
igreja@icecantodomar.com.br

Ano novo

Estamos em pleno ano novo, o curso do mundo não para, quantas pessoas desde os primeiros dias deste ano, a exatos 2 dias completos já deixaram este plano e passaram para o plano eterno determinado a cada homem na face da terra. Alguns direto para a presença de Deus em descanso, outros direto para a “sala de espera” onde aguardarão em angustia o “Dia”, o dia em que darão conta de seus atos diante do vive e reina para sempre!

Quais as características da geração que está esperando o Senhor voltar? Uns dizem que é uma geração extravagante, ousada, desafiadora. Eu o creio! Muito extravagante, mas para o pecado, para liberdade sem responsabilidade ou seja uma geração libertina, onde tudo pode, onde não há limites, onde as mulheres se vestem para matar, matar a alma dos incautos, dos pobres de espirito, que perdem a noção do culto quando a “irmã” chega estonteante, sedutora, arrebatando olhares e suspiros.

Uma geração ousada, ousada sim, pois não tem medo, não tem respeito pelo Nome do Senhor, apresentando uma adoração mesclada, recheada de sentimentos humanos, pessoais, agradáveis não à Deus, mas a si mesmos. Ousada porque desconhece o padrão para entrar na presença Dele, como se Ele fosse um qualquer, aliás, eles transformam Ele em um qualquer. Ousada porque querem fazer Deus aceitar seus sacrifícios misturados, pobres de reverência, sujos, e mesmo assim sentirem-se abençoados. Uma geração desafiadora, desafiando Deus a servir a todos os seus caprichos, desafiando Deus a ser fiel às suas promessas, mas não curvando-se aos Seus princípios e padrões. Uma geração que lê tudo, sabe de tudo, navega em tudo, menos nas Escrituras Sagradas.

Se assim o fizessem, saberiam que “De Deus não se zomba” saberiam que todos os que foram à presença Dele não respeitando a Sua divindade foram ali destruídos. Ele é o mesmo ontem, hoje e assim o será eternamente. Este é o perfil da geração que clama a plenos pulmões maranatha! “Ora vem Senhor Jesus” não sabem o que estão pedindo, pois se Ele vier e os encontrar neste estado de irreverência, os deixará para aprenderem a respeitá-lo em meio ao caos determinado para este mundo.

O que traz conforto e que em meio a todo este caos espiritual do últimos dias , há os que ainda temem ao Senhor, amam o Senhor, não o tratam com irreverencia, reconhecem quem Ele é, o colocam no Seu devido lugar em suas vidas, no trono! Em todas as gerações sempre houve os que não se misturaram, os que permaneceram fiéis, e por causa destes Deus em muitas oportunidades aplacou a sua ira.

Duas coisas pode e deve acontecer para ensinar esta geração moderna afastada das Escrituras e alienada a vontade de Deus a voltar ao evangelho: ou Deus coloca esta geração no fogo de uma angústia e perseguição qual nunca houve, ou Ele volta, arrebata os que lhe são fieis e deixa esta geração pseudo convertida para aprenderem no sofrimento da ausência da igreja o princípio do verdadeiro culto, neste caso, só encontrarão a salvação de suas almas derramando o próprio sangue.

E sabemos que será muito mais difícil, então, melhor nos arrependermos agora, voltarmos ao evangelho genuíno, deixarmos o show e apresentar-nos com um coração contrito, prestando um culto em espírito em verdade, não apenas cantando o cântico, mas fazendo acontecer o culto! “Guarda o teu pé, quando fores à casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos; pois não sabem que fazem mal. Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma na presença de Deus; porque Deus está no céu, e tu estás sobre a terra; portanto sejam poucas as tuas palavras. Porque, da multidão de trabalhos vêm os sonhos, e da multidão de palavras, a voz do tolo.” Ec.5:1-3.

Pr. José Claudio Fonseca
igreja@icecantodomar.com.br

Justiça

Translate »